"Então, comeu kibe cru e sentiu a vida nascer. Desse dia em diante tomou gosto pela vida e só passou a comer..." (Trio Mocotó)



terça-feira, 17 de março de 2009

O PAC indo pelo esgoto

caco modula

O presidente Lula tem aprovação de mais de 80% da população e, se me perguntassem, eu diria que também aprovo. Não totalmente, porque há muitas coisas por aí que vão contra o interesse da população, mas acho o Lula bacaninha. O que me irrita no governo é essa história do Plano de Aceleração da Corrupção do Crescimento.

Vi uma propaganda mostrando como as obras estão acontecendo, como o Brasil está sendo beneficiado e, com tanto desenvolvimento na infraestrutura, a economia deslancha. Li, também, que uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, o Instituto Trata Brasil, foi a 27 municípios em todo o país e constatou que das 96 obras de construção de rede de esgoto, 54 estão paradas. É mais do que a metade.

Eu ficaria impressionado se fosse só isso. Mas não é. Já tinha falado uma vez (aqui) sobre o ex-presidente Fernando Collor assumir a presidência da comissão que fiscaliza a verba do PAC. Ainda fico meio bravo com isso. Até perguntei para o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, em uma entrevista coletiva que concedeu quando visitou a ExpoParanavaí (no último dia 6), sobre o assunto.

Paulo Bernardo considerou normal o fato de o caçador de marajás "assumir" o famigerado cargo, e só lamentou a derrota do PT, que também brigava pela presidência da tal comissão.

Em resumo: como um programa tão importante pode ser fiscalizado por alguém que já sacaneou o povo de forma tão grotesca e descarada? Não sei, mas acho que tem muita gente com medo de terminar as redes de esgoto e acabar indo pelo cano.

Começa assim, depois piora!

Por hoje é só.

2 comentários:

Manda disse...

Ótimo texto Caco! Acho mesmo que embora o governo Lula tenha muitos pontos positivos, algumas estratégias estão bem distorcidas. Estas obras inacabadas, ainda mais em um ano que antecede as eleições presidenciais, só podem ser jogadas políticas para fazer um merchan ano que vem...
Quanto ao Collor, certamente também tem a ver com estratégia de alianças e afins... e nisso, os primeiros que vão por este cano ai que vc falou somos nós, meros e tantas vezes esquecidos eleitores.

Anônimo disse...

Lula é mara!