"Então, comeu kibe cru e sentiu a vida nascer. Desse dia em diante tomou gosto pela vida e só passou a comer..." (Trio Mocotó)



sexta-feira, 20 de junho de 2008

De repente Califórnia

leda nius

Imagine uma cena como esta: flores de todas as cores, arranjos coloridos, uma Drag Queen celebrando uma cerimônia religiosa. Ao invés da tradicional marcha nupcial, uma mona de vestido extravagante canta aquele famoso hino: “I will survive” para a entrada dos dois noivos...NOIVOS? Exatamente! A parte teórica desta cena, um tanto quanto esdrúxula está cada vez mais próxima da realidade. Sem tantas “plumas e paetês”, a cerimônia homossexual ganhou força esta semana.
Desde terça-feira, 17, centenas de casais homossexuais começaram a cantar para suas melhores amigas (porque todo gay tem uma melhor amiga), o refrão daquela famosa música do Lulu Santos “Garota eu vou pra Califórnia...”. Isto porque desde tal data, o Estado da Califórnia passou a reconhecer a união entre os casais do mesmo sexo: homem com homem, mulher com mulher.


Este feito é considerado histórico por muitos participantes de grupos GLSBT (isto não é um novo partido político nem nome de canal de TV), é a sigla para: Gays , Lésbicas, Simpatizantes, Transgêneros e Transexuais, que em uma só voz cantaram outro verso, do também amado muso da comunidade gay: “Consideramos justa toda a forma de amoooor...”.
Bicharada mundo afora
A parceria civil homossexual é legal em vários países da Europa como na República Tcheca (hum... tcheca), Alemanha, França, Luxemburgo (sabia!), Portugal (ora, pois) e outros. Na América Latina, a parceria civil gay foi instituída em Buenos Aires e Rio Negro (Argentina), e mais recentemente na Cidade do México e Coahuila, no México. O casamento gay só é permitido na Bélgica, Canadá, Holanda, Espanha, África do Sul, Massachusetts e agora na Califórnia. A sentença que tornou o Estado o segundo dos EUA a autorizar casamentos entre homossexuais, representou um balde de água fria para várias organizações conservadoras e religiosas e levantou discussões e comemorações mundo afora. E você o que pensa disso tudo?
Os Gays do Brasil
Apesar de a maioria dos brasileiros se dizerem contrários à legalização do casamento homossexual, estive lendo que em alguns Estados do nosso querido Brasil - nem tão varonil assim -, a Justiça tem aceitado a união estável de casais homossexuais. No Rio Grande do Sul, há alguns anos, o Judiciário reconheceu a dissolução da união estável de um casal de homens, com efeito similar ao de divórcio. Em Goiás, os cartórios não aceitam registrar união estável entre pessoas do mesmo sexo. Por isso são feitos contratos de união civil. Então eu lhes pergunto: Seriam estes passos para o “altar da modernidade”? É o fim dos tempos? Viva a liberdade? “Demorô”? Alô Carlão...?

14 comentários:

Tiba disse...

Mas se mulher é tão bom, acho melhor ficarmos por aqui mesmo e longe do RS.

Rodolfo (por msn) disse...

HIHIHI FUDEU AGORA VIUoooo diz:
olha eu parei cinco minutos do meu trabalho pra ler e.....rs
HIHIHI FUDEU AGORA VIUoooo diz:
parabens muito bem redigido e explicado. Vcs estao na profissao certa. Massa o blog.
HIHIHI FUDEU AGORA VIUoooo diz:
é legal pela forma que trouxe a informação sem tomar partido de um lado ou de outro
HIHIHI FUDEU AGORA VIUoooo diz:
Como profissional de Rh eu lhe digo que esta ótimo..pk houve a neutralidade da informação, aspecto que deve ser considerado para um bom jornalista

Leandro disse...

Aonde sera que esse mundo vai para????
So espero q não seja na Califórnia...rsrs
Parabens pela materia!!!!Muito boaa..

Lucas Bellanda disse...

A gente pensa que vive num lugar onde se fala o que pensa.
Mas eu não conheço esse lugar.
Eu não conheço esse lugar!
A gente pensa que é livre pra falar tudo que pensa mas a gente sempre pensa um pouco antes de falar!
Deixe ele viver em paz.
Cada um sabe o que faz.
Deixa o homem ter marido.
Deixa a mina ter mulher.
Deixa ela viver em pé.
Cada um sabe o que quer
O que é que tem demais cada um ser o que é?
Deixa ele chorar em paz.
Cada um sabe o que fez.
Deixa o tempo dar um tempo.
Cada coisa de uma vez.
Deixa ele sorrir depois.
Deixa ela sorrir também.
O que é que tem demais cada um ser dois ou três?
Liberdade relativa não é liberdade.
Liberdade atrás da grade não é positiva.
Liberdade negativa é negar a verdade.
Liberdade de verdade é vida, viva, viva!

custela disse...

o texto ficou legal... o debate sobre toda essa situação é interessante... sempre polêmico, porque de um lado coloca os conservadores, os religiosos e outros grupos organizados, de outro, os que são favoráveis à união entre pessoas do mesmo sexo... acho q cada um deve ter a liberdade para escolher o que achar melhor, por isso, se quiserem se casar, casem-se... respeito é fundamental... mas no final das contas, só queria entender uma coisa: qm é esse tal de carlao???

Anônimo disse...

O texto está excelente! O tema, indiscutivelmete é polêmico, e isso é bom sinal...o contrário seria demonstração de descaso e inferença diante de algo que está diretamente ligado a um direito do ser humano. Na "qualidade de homossexual",com relacionamento sério e firmado pela cumplicidade, teria muito a dizer, entretanto, tenho a certeza de que todos(ou quase) têm uma opinião formada sobre este assunto e a exposição incisiva de pensamentos talvez não tenha muita relevância, já que a essência de cada fato fala por si só! De qualquer maneira, como disse no início, acho ótimo que temas como este venham à tona, negativa ou positivamente.

Abraços
Maria Fernanda

Anônimo disse...

"Na qualidade de homossexual"?

E homossexual é qualidade?

Anônimo disse...

Não!!! Qualidade é interpretar as palavras da forma como vc fez!!! Dureza heim?

Maria Fernanda

Carolinda disse...

1� O TEXTO EST� INCR�VEL! A PARTE DO "BICHARADA MUNDO AFORA" FOI DMAESSSS... rssrs

2� Eu sou crist� protestante e minha vis�o sobre o assunto � baseada na Biblia. No entanto, penso q ela tb�m nos orienta amar, respeitar e valorizar as pessoas. Ali�s, este � o principal mandamento da B�blia, ou seja, de DEUS. N�o ouso acusar os homossexuais e a defender os heteros pq naum � isso q a B�blia me ensina. Ela me ensina a respeitar e amar "meu pr�ximo" como a mim mesma. Exatamente isso!!! E l� n�o est� escrito que "tipo" de pr�ximo. O q me irrita em algumas pessoas � elas ficarem controlando os homossexuais e at� heteros e, principalmente, condenando-os. Assim como me irrita os homossexuais e heteros disputarem kem tem o melhor car�ter ou mais direitos. Na minha opini�o a unica coisa q me faz melhor ou pior do q algu�m naum � minha orienta�o sexual e sim a PUREZA DO MEU CORA��O. Se um homossexual me perguntar se eu acho certo sua op�o, vou dizer q gostaria q ele fosse hetero, pq assim a Biblia ensina e por ser hetero eu acho isso mais facil e natural. No entando, essa pessoa talvez naum.

Conhecendo a Deus a gente consegue conhecer um pouco mais de n�s, o q facilita p/ nos "encontrarmos", pois Ele foi Quem nos fez. ACHO Q ESSA � A OP��O QUE DEVERIAMOS TOMAR PRIMEIRAMENTE EM NOSSAS VIDAS. As outras ser�o consequentemente tomadas e avaliadas!

PARAB�NS LEDINHA

Anônimo disse...

Otimo ponto de vista Leda...


"Cada um tem que cuidar de si (...) entao se cada um fizer da sua vida o que bem entender, vai ser melhor pra todo mundo"
Sendo assim, que casem os noivos e noivas se assim quiserem e os outros cuidem das proprias vidas.


andre

Boca Livre disse...

Querida carolinda,

Por favor, arrume seu teclado.

Carolinda disse...

Credo AMADO e IDOLATRADO Boca... p/ q tanta hostilidade?!?!

rá rá..

Fernanda disse...

Carolinda, vc escreve mto bem. Apoio seu comentário, concordo com TUDO oq vc escreveu!!!! Foi mto massa!!! Natural e verdadeiro!

Qto ao texto: mto bem redigido!
Qto ao tema: polêmico, atual e, portanto, interessante!
Qto à abrodagem do tema: excelente!!

Parabéns Leda (Amanda, amandex, amandita...hehe), parabéns Boca!

De disse...

Oi, quanto tempo sem ler o boca,
cada vez melhor, mas acho que no caso desse texto, o comentário de Lucas Bellanda foi na verdade o texto, e o texto de Leda Nius, na verdade, o comentário..........
Parabéns!!