"Então, comeu kibe cru e sentiu a vida nascer. Desse dia em diante tomou gosto pela vida e só passou a comer..." (Trio Mocotó)



sexta-feira, 23 de maio de 2008

A zona do trânsito de Maringá

ginko biloba

Vivendo diariamente o trânsito desta megalópole que é Maringá, lendo a postagem no blog do Torero (http://blogdotorero.blog.uol.com.br/) de 22/5/2008, ouvindo, vendo e lendo o Arnaldo Jabor e o Flávio Gikovate na CBN, não tive escolha a não ser comparar este caos ao sexo.

No sexo, hoje em dia, o que parece dominar a nossa libido é a vontade de satisfazer ao outro. Os homens fazem uso de medicamentos mesmo quando não precisam, pensam na morte da bezerra e outros tantos truques para adiar o orgasmo. E ainda se punem quando acham que não conseguem fazer a companheira gozar. Já as mulheres se plastificam, se envergonham e acabam por comprometer o próprio prazer quando acham que têm um grama fora do lugar. Ambos tentam ser uma “Ferrari sexual”, como diz o Jabor.

E o que é o trânsito de Maringá tem a ver com isso? Se pensarmos em relação apenas como semelhanças, nada! No trânsito, a vontade de agradar ao outro e de fazer com que o outro se sinta bem (muito bem) com o que fazemos não existe. É verdadeiramente cada um por si e Deus por todos. O espírito de cooperação desaparece assim que fechamos a porta do carro ou a viseira do capacete. O pedestre faz valer o seu direito e prefere morrer na faixa de pedestre a deixar o apressado motorista passar o sinal no último suspiro de verde. O motorista apressado faz questão de passar pertinho do motociclista, só pra assustar, e ainda xinga o "motoqueiro". O motociclista com mais pressa que o motorista e mais direito que pedestre, prefere tentar chegar a tempo de mais uma entrega e morrer depois de bater em ônibus, a reduzir a velocidade.

Se pensarmos em relação apenas como semelhanças, o trânsito de Maringá é uma verdadeira punheta! Cada um por si, e só! Funciona, mas cadê a graça?!

7 comentários:

Anônimo disse...

É, ginko... Maringá é uma zona mesmo!
Compará-la com uma enorme punheta é demais sensacional! Mal batida, é verdade...

Finito Carneiro disse...

Será que é por isso que a catedral tem aquele formato fálico?

custela disse...

mas q o transito de maringa irrita, isso é verdade... punheta mal batida msm...

Anônimo disse...

Comparar ao trânsito tudo bem, mas não venha me dizer que as mulheres são "motoristas" ruins na cama!

=^.^= Muni=^.^-= disse...

Hahahahah...
isso foi quase um conto erotico...
esse transito de Maringá ta parecendo uma foda interrompida, uma ejaculação precoce...hahaha
isso porque a masturbação, apesar de ser um ato isolado, ainda dá algum prazer...
ja dirigir nessa cidade, não!
BJU

Carolinda disse...

Caco, vc (ontem a noite) me mandou vir aki e ler esse texto.. pq? O q vc tah kerendo dizer?
hã.. h ã.. H Ã?

A.Amorim disse...

Heii... Que Código de Transito ou lei que regulamenta essa verdadeira suruba desse tráfego em Maringá?