"Então, comeu kibe cru e sentiu a vida nascer. Desse dia em diante tomou gosto pela vida e só passou a comer..." (Trio Mocotó)



terça-feira, 19 de agosto de 2008

A Chama

leda nius
A chama que arde na pira Olímpica fica acesa durante todos os dias de disputa das Olimpíadas. Ela é um dos símbolos dos Jogos Olímpicos que representa a pureza da eterna juventude olímpica, como se ela mantivesse acesa a esperança de cada atleta.

A chama serve de elo entre o berço das Olimpíadas na Grécia e as cidades-sede, dos jogos contemporâneos. Apesar do quadro de medalhas do Brasil não estar repleto, não podemos apagar a nossa chama e, assim como cada atleta que deu o melhor de si, devemos seguir acreditando que nosso país tem solução, inclusive no esporte.

Quem perde a esperança, perde o sentido de sua vida. O próprio antônimo dessa palavra é DESESPERO, ou melhor, a perda quase que em estado definitivo da esperança. E este [desespero] é capaz de corroer o coração.

Precisamos acreditar, buscar, tentar... Quem tem coragem para fazer isso já é vitorioso. Medalhas de ouro, prata ou bronze, simbolizam as conquistas finais, o melhor entre os melhores. Mas quem lutou, quem se esforçou e chegou até lá, já é o grande vencedor.

Afinal... só disputaram as olimpíadas os melhores atletas de cada país e isso já é motivo de grande orgulho para cada um deles. Tem de ser também para nós, que tivemos nessas Olimpíadas a maior delegação brasileira de todos os tempos.

Aplaudamos (três palmas) aos nossos atletas, guerreiros, vencedores e merecedores de nossa admiração, torcida e motivo de esperança para um país tão carente no esporte, mas que ainda assim produz tantos talentos.

Um comentário:

Jordana disse...

Leda!
Tá vendo: a criatividade da vendedora lhe rendeu uma ótima inspiração.
Parabéns pelo texto e "Que Chamaaa" pra vc!!!
Bjoss