"Então, comeu kibe cru e sentiu a vida nascer. Desse dia em diante tomou gosto pela vida e só passou a comer..." (Trio Mocotó)



domingo, 1 de junho de 2008

Cachorrada na UEM!

ginko biloba

Há alguns dias, conversando com alguns amigos, surgiu o assunto dos cocôs de cachorro. Estávamos na praça da catedral em Maringá, brincando na grama como crianças e, graças a Deus e às pessoas que limpam o lugar, ninguém se sujou. Mesmo assim, ainda brincamos como seria engraçado caso o outro se sujasse. Porque cocô de cachorro no sapato dos outros é refresco.

Aí me lembrei do meu tempo de estudante diurno da Universidade Estadual de Maringá. Sugiro que ninguém brinque como criança nos gramados daquela instituição. Não que Deus não goste tanto de lá como da catedral, ou que as pessoas que limpam aquele lugar sejam menos eficazes que as pessoas que limpam a praça da igreja. Pelo contrário.

O que se passa é que a população de cães nos arredores da UEM é enorme. Além disso, a concentração de donas de cachorro folgadas e que pensam que o que público não é de ninguém, parece maior ainda. Afinal de contas, elas são as primeiras pessoas a reclamar quando algum serviço não é prestado com a eficiência desejada. Como seria bom se cada uma delas pisasse no cocô do próprio cachorro.

Essas pessoas precisam urgentemente que alguém as diga que o que é público é de todos, e não de ninguém. Peço desculpas, pois sempre me faltou coragem para fazê-lo enquanto estudava lá durante o dia e via tal cena. Mas gostaria da compensar o meu erro e fazer algo que sempre tive vontade. Ajude esta campanha!

Boca Livre Needs You
Leve seu cachorro pra cagar na grama de quem caga na UEM!

3 comentários:

Carolinda disse...

Boca Livre i'm here to help you!!!
Meu cachorrinho irá lá.. essa semana sem falta!

Mas qto a mentalidade das folgadinhas.. acho q sei o q se passa. Toda mãe acha q seu filho é bonito, seu cocô cheiroso e seu pum inodoro!

As donas dos cachorrinhos não fogem a regra acima.

Coloque-as na vala dos porcalhões!
hauhauhauhau.. adoro falar VALA.. aprendi aqui.. O Boca é mto cultura!

Amanda disse...

p....graças a Deus nao tinha cocô naquela grama da catedral..eu que fui arrastada por lá agradeço.
Vou eu mesma cagar no quintal da casa de quem eu souber que leva seus cães para a uem, afim de deixar o animal cagar...rsrs
saquinho de lixo nessa merda toda pessoal!

Finito Carneiro disse...

A UEM é a segunda maior privada a céu aberto do mundo!

Só perde para os Estados Unidos...