"Então, comeu kibe cru e sentiu a vida nascer. Desse dia em diante tomou gosto pela vida e só passou a comer..." (Trio Mocotó)



sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Gaste menos, pense mais!

leda nius
Tanto temos ouvido falar na palavra “crise” e pensar no significado dela pode parecer bem assustador: anormalidade, colapso, tensão deficiência, são alguns dos sinônimos, que nos permitem entender porque o mundo está tão alarmado.

A crise no sistema bancário nos Estados Unidos têm chegado a todas as partes do mundo de diferentes maneiras. O Brasil, por ser um país que exporta em muitos setores, sofre com a desvalorização da moeda americana e também com o fechamento de portas.

Ainda assim, a crise pode parecer distante da realidade do dia-a-dia. Claro que não há motivo para sair gritando por aí, mas a atenção com as formas de gastar o seu dinheiro deve ser redobrada neste momento.

Somos consumistas por necessidade, mas também por impulso. Economizar é uma palavra que deveria estar mais presente em nosso vocabulário. O incentivo ao consumismo desenfreado (e aquela vontade de gastar a toa) muitas vezes trazem a “crise” (mesmo que não seja esta mundial) para dentro de nossas casas.

Dívidas de cartão de crédito, parcelamentos, empréstimos, contas e mais contas... o que em um dado momento pode parecer uma “luz no fim do túnel”, em outro torna-se o próprio fundo do poço. Para quem já está em crise ou pretende evitá-la, a dica é a mesma: na hora de gastar seu dinheiro, pense no quanto teve de se esforçar para ganhá-lo.

Um comentário:

custela disse...

nha... q tal gaste mais e pense menos??? viva o sistema capitalista falido... viva a demo-cracia falida... viva a bobalização